Cidades

Agendamento dá fluidez ao processo de vacinação em Goiânia

Publicado

em


A campanha de vacinação em Goiânia, com exceção das gestantes sem comorbidades, segue por agendamento através do aplicativo Prefeitura 24 horas. O procedimento dá maior fluidez ao atendimento e evita aglomerações, de modo que o processo todo, desde a recepção, leva, em média, de 10 a 15 minutos.

A UPA Dr. Paulo Garcia (na Chácara do Governador) é uma das unidades que servem de posto de vacinação contra a Covid-19. A organização começa ordenando os pacientes conforme o horário de agendamento. Após passarem pela conferência de toda a documentação, eles são encaminhados para uma das salas de vacinação.

Ademi Leal foi o primeiro a ser atendido na UPA nesta quinta-feira (24/6) e elogiou o processo. Curado da Covid-19 há cerca de três meses, ele estava ansioso por receber a vacina. “Consegui agendar muito rápido pelo aplicativo e aqui o atendimento fluiu bem, muito organizado. Em oito minutos, já tinha sido vacinado. Saio daqui aliviado e sigo com meus cuidados até receber a segunda dose”, afirmou.

Na Área I da PUC as equipes contam com o reforço do Exército, tanto na recepção aos pacientes quanto na aplicação das doses. No local, são atendidos tanto grupos por agendamento quanto gestantes sem comorbidade em demanda espontânea. Quem chega é orientado a se dirigir às mesas de triagem, onde pode aguardar em cadeiras dispostas de forma a manter o distanciamento social.

READ  Publicados dois editais de mestrados da UEG

O atendimento no posto também é rápido, com tempo médio de dez a quinze minutos, a depender da demanda. A Michele, por exemplo, chegou acompanhada da família para receber a primeira dose do imunizante. A gestante foi vacinada poucos minutos depois de ser recepcionada na triagem. “Estou muito feliz em finalmente poder me proteger e ter mais tranquilidade até a chegada do bebê”, pontuou.

O mesmo alívio sentiu Sislene, que fez questão de pedir ao marido para registrar a ocasião tão esperada. “A sensação é de gratidão por saber que estou sendo imunizada, especialmente no momento tão especial que é a gestação. Agora é só esperar a segunda dose”, comemorou. Michele e Sislene se juntam às mais de 1.819 gestantes sem comorbidades que já tomaram a primeira dose, desde a retomada da vacinação para o grupo.

Até a manhã de hoje, Goiânia já aplicou 745.124 doses, entre primeira e segunda etapa. São 530.902 doses na etapa inicial e 214.222 no reforço, o que corresponde a 35,01% e 14,12% de cobertura vacinal, respectivamente.

READ  Campanha Seplanh Solidária recebe doação 50 cestas de alimentos

Luciana Gomides, editoria de Saúde

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA