Cidades

AGR inicia Planejamento Estratégico para o quadriênio

Publicado

em


A Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) iniciou, nesta semana, a preparação do seu Plano Estratégico de gestão para os próximos quatro anos. O trabalho conta com a expertise dos próprios servidores do órgão e com a orientação da Gerência de Projetos Estratégicos da Secretaria de Economia. A expectativa é que o planejamento seja concluído em 60 dias, a contar da publicação da portaria de criação da Comissão Técnica de Planejamento Estratégico da agência, no dia 16 deste mês.

A comissão é presidida pelo gerente de Apoio Administrativo, Luís Maurício Scartezini, que é professor de Planejamento Estratégico da Escola de Governo. Integram, ainda, a comissão, a gerente de Regulação Econômica e Desestatização, Andrea Bonanato Estrela (vice-presidente); o chefe de Gabinete, Rafael Rocha de Macedo; o assistente de Gestão Administrativa, Dorivan de Sousa Lima; e o gestor de Planejamento e Orçamento, Luiz José de Oliveira Júnior.

Ao criar a comissão, o presidente da AGR, Marcelo Nunes de Oliveira, destacou que o planejamento estratégico no âmbito da Agência permitirá implementar a gestão adotada pelo Governo do Estado, a partir da reestruturação feita em 2019. O trabalho da comissão inclui a definição e aplicação de metodologia e coleta de subsídios para o plano estratégico. Os integrantes, de acordo com a portaria, terão acesso irrestrito a todas as unidades da AGR, sendo atendidos com prioridade.

READ  Comissão Mista inicia reunião aprovando modificação na legislação de contratos e convênios

Segundo o presidente da comissão, Luís Scartezini, numa organização pública, o planejamento estratégico é fundamental. “É preciso ter perspectiva de crescimento de longo prazo, buscar oportunidades, identificar prioridades e resolver as questões que dificultam alcançar as metas, sempre com o olhar no futuro”, afirmou. A metodologia utilizada nesse planejamento é a Balanced Scorecard (BSC) , mais simples e ágil, adequada para organização pública. A primeira etapa dos trabalhos, que é o diagnóstico, está em curso, devendo ser finalizada nos próximos dias. 

“Olhando para o que já passou e para o momento atual, conseguimos projetar os próximos passos para que a AGR consiga avançar nas suas competências”, disse. Scartezini ressaltou que o planejamento também possibilita olhar para a área finalística e observar o que está e o que não está funcionando bem. Numa instituição como a AGR, que regula, controla e fiscaliza serviços essenciais prestados à população, como saneamento básico, transporte intermunicipal, energia elétrica e outros, planejar a atuação é essencial. 

Scartezini observou que esse trabalho de planejamento estratégico estabelecerá um diálogo tanto com as ações do Programa de Compliance Público (PCP) quanto do Planejamento Plurianual (PPA) do Governo e do Programa Goiás de Resultados, devendo se constituir em importante instrumento da atual gestão da AGR, bem como servir de suporte a planejamentos futuros, como ao próprio PPA.

READ  DGAP entrega 300 brinquedos à OVG para serem distribuídos no Dia das Crianças

Fonte: AGR – Governo de Goiás

Fonte: Governo GO

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA