• redacao@gazetadoestado.com.br

Tecnologia

Agrishow apresenta 1º tronco de contenção com controle remoto do mundo

Gran Smart Prime possui patente brasileira e permite o manejo de um rebanho de até 10 mil cabeças. Tecnologia IoT é outra novidade

Publicados

em


Rafael Albuquerque – Palco das maiores inovações do agronegócio brasileiro, a Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow) apresentará de 29 de abril a 3 de maio, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, o primeiro tronco de contenção controlado remotamente do mundo.
Os comandos são acionados por um joystick exclusivo, que torna a experiência do manejo do gado equivalente à de jogar um vídeo game. Cada botão possui uma função específica. O ?J1? aciona o portão de entrada, ?J2? a pescoceira 1, ?J5? pode acionar tanto o empurrador de gado quanto o trapézio (confira todos os comandos na figura anexa).
Tudo muito intuitivo e preciso, garantindo segurança ao manejador, o que resultou na certificação NR 31 ao equipamento da Açôres. O Gran Smart Prime possibilita manejar até 10 mil animais, à uma média de 120 cabeças por hora. Por este motivo, é indicado a propriedades com grandes rebanhos, como é o caso de confinamentos e fazendas de ciclo completo.
?A tecnologia eletro-hidráulica embarcada é 100% nacional e foi constituída para proporcionar velocidade total nos acionamentos. Esse simples detalhe ajuda a reduzir a necessidade de mangueiras, melhora a precisão do manejo e a pressão dos movimentos?, avalia Gabriel Hauly, diretor da Açôres Troncos e Balanças, dona da patente.
O tronco de contenção é um equipamento indispensável na lida do gado, pois nele são realizados os principais manejos da fazenda, a exemplo da inseminação artificial, castração, identificação, casqueamento, vacinação e vermifugação.
O modelo também possui uma versão mais simples, com um braço mecânico articulado que gira em 180º no lugar do controle remoto, mas, diferente do anterior, é recomendado a rebanhos menores, de até 5 mil cabeças, entretanto, conta com a mesma eficiência de 120 animais/hora.

READ  Bolsonaro defende reformulação do pacto federativo

Tecnologia IoT
Além dos troncos Gran Smart Prime e Gran Smart Prime Braço Articulado, a Açôres inova ao incorporar a tecnologia IoT (Internet das Coisas) às barras de pesagens. Batizada de BPB 085 IOT Connection, os pecuaristas têm a facilidade de dispensar o indicador eletrônico, o que ajudou, inclusive, a reduzir o custo do tronco de contenção.
Com esta nova tecnologia sem fio, as duas barras transmitem as pesagens diretamente para computadores, tablets e smartphones por meio do aplicativo ACR Manejo Control. ?Também temos a opção com apenas uma barra inteligente conectada à outra com fio?, informa Hauly.
Mesmo com o novo dispositivo, a empresa continua fornecendo as balanças eletrônicas de produção própria ACR HEAVY DUTY e ACR HEAVY DUTY FULL, resistentes a água e impactos de qualquer tipo e que suportam 1,5 milhão de pesagens para elaboração de relatórios completos.

Açôres no Brasil
A marca nasceu em 1956, quando Anwar Hauly decidiu adquirir a empresa de um grupo alemão. À época, existiam apenas a Açôres e uma outra companhia do segmento de pesagem.
Em sua terceira geração, a companhia com sede em Cambé (PR) foi dirigida pelo filho de Anwar, Eder Jorge Hauly, e, hoje, é comandada pelo neto de Anwar, Gabriel Hauly, de apenas 36 anos.
Possui filiais em Santa Inês, no Maranhão; Várzea Grande (MT), Campo Grande (MS) e Goiânia (GO), além de possuir representantes comerciais e assistência técnica em todo País. América Latina, África e Europa são mercados de exportação da Açôres, que também vende tecnologia de ponta para os Estados Unidos.
Investe pesado em pesquisa e desenvolvimento, o que resultou no primeiro tronco de contenção móvel metálico do Brasil (Tronco Metálico Móvel Impacto) e o primeiro com controle remoto do mundo (Gran Smart Prime). Também é a primeira empresa a utilizar as tecnologias de Realidade Aumentada e Óculos 3D no agronegócio brasileiro.
?Possuímos balanças eletrônicas, currais e troncos de contenção para todos os ciclos de produção da pecuária, incluindo o sistema de Integração-Lavoura-Pecuária-Floresta?, destaca Hauly, diretor da Açôres, que registra crescimento de 30% ao ano, segundo informa.
Em parceria com a Programa Leilões, a empresa deve levar, em 2019, conteúdo e equipamentos de alta performance para mais de 500 exposições e leilões em todo o País.

READ  Com aval de Leci Brandão, ator realiza shows no mês da Diversidade como Cover da Sambista

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA