Política

Alego Ativa em Jataí

Publicado

em


A 11ª edição do programa Alego Ativa, realizada no dia 27 de novembro, em Jataí, na região Sudoeste do estado, levou milhares de pessoas à Feira Coberta, no Setor Santa Maria. No local, foram realizados diversos serviços de assistência social, que contabilizaram 9.123 atendimentos, conforme balanço divulgado pela Diretoria de Assuntos Institucionais da Assembleia Legislativa.

Foram 67 frentes de serviços nas áreas jurídica, de saúde e capacitação profissional, levadas ao município, com o apoio de 39 instituições parceiras. Durante todo o dia, vários serviços foram disponibilizados à população, de forma simplificada e gratuita, seguindo os protocolos de biossegurança para evitar a disseminação da covid-19. O evento foi o terceiro depois da recente retomada após um ano e meio suspenso em razão da pandemia.

De acordo com o presidente da Casa, deputado Lissauer Vieira (PSB), foi a maior edição já realizada pelo programa itinerante. “Como já esperávamos, batemos o recorde de atendimentos nessa 11ª edição do Alego Ativa em Jataí. Esse número expressivo comprova a força e a importância desse programa que, além de ir ao encontro das principais necessidades da comunidade, também tem levado dignidade a quem mais precisa, sobretudo, à população mais carente”, celebrou.

“Junto aos nossos parceiros e colaboradores, temos cumprido a nossa meta, que é justamente aproximar o Poder Legislativo da sociedade, visando, acima de tudo, contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. E continuaremos trabalhando para atender cada vez mais pessoas, buscando viabilizar sempre as políticas públicas necessárias para o bem-estar de todos os goianos”, disse Lissauer.

Filho carinhoso e dedicado de Jataí, o deputado Zé Carapô comemorou a diversidade de atendimentos oferecidos no Alego Ativa, com destaque para a importância desses serviços em contribuição com o bem-estar dos jataienses. “Isso mostra que a Assembleia tem uma atuação forte em todo o estado de Goiás e, na nossa cidade, não é diferente. Fizemos questão de levar essa mega estrutura para atender, da melhor forma possível, com todo o carinho, a nossa comunidade”, disse o parlamentar.

A grande procura dos jataienses pelos serviços disponibilizados no evento superou, até mesmo, a edição de retomada, realizada no dia 25 de setembro, em Goianira, com 7.649 atendimentos. O resultado foi possível em razão do empenho das entidades envolvidas na ação. “Com ajuda de todos os parceiros, fizemos mais uma excelente edição com benefícios para a população de Jataí e região”, frisou o diretor de Assuntos Institucionais da Assembleia, Gustavo Sintra.

Objetivos

De iniciativa da Mesa Diretora da 19ª Legislatura, o objetivo do Alego Ativa é atender às demandas imediatas da comunidade local e ampliar a representatividade do Parlamento goiano com a sociedade. O projeto é executado desde 2019 pela Diretoria de Assuntos Institucionais da Casa de Leis. 

O idealizador do programa, assessor da Diretoria de Assuntos Institucionais da Assembleia Legislativa e diretor de Relações Institucionais da Federação do Comércio (Fecomércio), Simeyzon Silveira, destacou a importância da realização do evento nas diversas regiões do estado. “É importante a gente observar que, mesmo as cidades relativamente mais prósperas, como Jataí, ainda têm uma necessidade muito grande de atendimento básico e essencial”.

“O objetivo do Alego Ativa é justamente atingir esses pontos”, acrescentou Simeyzon, com a afirmativa de se tratar de um projeto que leva multibenefícios, não somente à população, mas também aos municípios, que têm suas principais demandas olhadas de perto pelos parlamentares e representantes do Governo. “É um evento muito completo, com benefícios imediatos para a comunidade, ofertando uma gama de atendimentos gratuitos ao público, em diferentes áreas”, ressaltou Simeyzon.

READ  Fechamento não é política correta contra a covid-19, diz Bolsonaro

Atendimentos

Para ter acesso aos serviços oferecidos pela 11ª edição do Alego Ativa, moradores de Jataí e região formaram uma grande fila no local do evento, antes mesmo de amanhecer o dia. Grande parte da comunidade aproveitou para realizar vários tipos de atendimento. Um exemplo é a trabalhadora rural de Jataí Maria Lazmarie Ferreira, de 65 anos. Ela chegou ao local às 5 horas, acompanhada do seu pai, de 94 anos de idade, e da neta, de oito. Todos realizaram consultas médicas nas especialidades de cardiologia e oftalmologia e também foram ao dentista. 

Ao se dirigir para a emissão da segunda via da sua carteira de identidade, Maria Lazmarie não escondeu o sentimento de gratidão pela assistência prestada. “O atendimento do Alego Ativa é nota dez. Uma maravilha!”, disse. “Vocês deveriam voltar todos os anos. Aqui tem muita gente carente que precisa muito desses atendimentos. Para nós, um evento desse não tem preço”, completou.

A ação contou com a oferta de diversos serviços, como a emissão de Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho, Cadastro de Pessoa Física (CPF), Passe Livre da Pessoa com Deficiência, Passaporte do Idoso, primeira e segunda vias de Registro Civil de Nascimento e Casamento. Também foram promovidas consultas oftalmológicas com a Fundação Banco de Olhos (Fubog), pediatria, cardiologia, dentista, dermatologista, psicologia, coleta de sangue para doação, acupuntura, auriculoterapia, dentre outras especialidades. 

O evento contou, ainda, com apresentações culturais, cortes de cabelo, recreação para as crianças, distribuição de mudas de espécies nativas do Cerrado (visando a preservação do meio ambiente), consulta ao SPC, negociação de débitos e atendimentos do Vapt Vupt. Além disso, foram ofertados cursos de capacitação e aperfeiçoamento, como de oratória, primeiros socorros e empreendedorismo, por meio da Escola do Legislativo e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O educador Juliano Vilela Pires, de 37 anos, participou do curso “Empreendedorismo nas redes sociais – Foto e vídeo para aumentar vendas”, ministrado por Maykon Cardoso. O aprendiz do curso é coordenador da Escola de Gestão em Eficiência Legislativa de Jataí e frisou como as aulas recebidas no curso podem agregar aos profissionais, principalmente durante o atual período em que o virtual tem tido grande força e espaço nas atividades econômicas. 

“A gente tem que se adaptar à realidade que surgiu depois da pandemia de covid-19. Precisamos aprender a lidar com as redes sociais e saber como ela pode nos ajudar no dia a dia, seja na educação, na própria divulgação da nossa imagem ou, até mesmo, no que tange à política. A rede social é um excelente caminho para a publicidade, mas é preciso saber como fazer, e é onde o curso oferecido pelo Alego Ativa agrega”, disse.

Juliano reitera que o programa itinerante da Assembleia leva cidadania para toda a população, de um modo geral. “É preciso trazer saúde, educação e informação para todas as pessoas e, principalmente, dar capacitação a quem está sem trabalho e precisa de uma nova formação, especialmente depois da pandemia. O mercado de trabalho atualmente exige isso e o Alego Ativa está de parabéns nesse sentido”, salientou.

A dona de casa Deunice Martins de Oliveira, de 64 anos, destacou a importância do evento para a população, com a demonstração do desejo de retorno do mesmo e por um maior período de permanência. Isso porque, devido à grande demanda comunitária, a moradora não conseguiu pegar senha para realizar todos os atendimentos que pretendia. “Poderiam voltar mais vezes e ficar, aqui, no mínimo três dias”, sugeriu.

READ  Proposta de Gomide, Alego homenageia pessoas ligadas à educação profissional, em sessão pelos 70 anos do Senai Goiás

Dentre os parceiros presentes na 11ª edição do Alego Ativa, estavam a Fundação Banco de Olhos, Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio), Companhia Saneamento de Goiás S/A (Saneago), Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-GO), Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas (FCDL), Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

E ainda: Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Federação da Agricultura do Estado de Goiás (Faeg), Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego), Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás, Centro Estadual de Referência em Medicina Integrativa e Complementar (Cremic), Vapt Vupt, Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-GO), Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO), Polícia Civil do Estado de Goiás (PC-GO) e Polícia Militar do Estado de Goiás (PM-GO), dentre outras entidades.

Audiência Pública

Durante as edições do Alego Ativa, também são realizadas audiências públicas para apresentação de demandas ao Parlamento goiano. Em Jataí, lideranças políticas destinaram agradecimentos referentes aos benefícios levados à região por meio dos deputados Lissauer Vieira, Zé Carapô e pelo Governo de Goiás. Também foram apontadas as principais reivindicações locais.

Na ocasião, estiveram presentes o vice-prefeito do município, Geneilton Assis, a ex-deputada estadual Isaura Lemos e a presidente da Câmara Municipal de Jataí, a vereadora Marina Silveira Martins. E, ainda, os vereadores do município Alessandra do Adote, Durval Júnior, Carlinhos Canzi, Deuzair Parente, Genilson Santos, Marcos Patrick, Vicente Mantelli, além de prefeitos de cidades vizinhas e demais autoridades e lideranças políticas.

As demandas apresentadas foram relativas a diversas áreas, com destaque para a Saúde e a Educação. A presidente da Câmara Municipal de Jataí, Marina Silveira, solicitou a criação de uma escola estadual, cujo nome deve homenagear a professora Taís Neves Carvalho, que perdeu a vida para a covid-19. O apelo da vereadora é para que a unidade de educação seja instituída no município até agosto do próximo ano.

Além disso, os vereadores solicitaram melhorias imediatas no Vapt Vupt do município. Eles pediram reforço em relação à infraestrutura e ao quadro de servidores para que a prestação dos serviços aconteça de forma adequada e satisfatória.

O presidente Lissauer ouviu as demandas e se comprometeu a trabalhar em prol de melhorias. “Anotamos todas as reivindicações e vamos trazer respostas. Essa questão do Vapt Vupt é fundamental. Vamos avaliar toda a dinâmica, verificar o que vem acontecendo e falar com o secretário de Administração do Estado, Bruno D’Abadia, para uma solução imediata”, ponderou. 

Representando o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), o superintendente de Produção Rural Sustentável da Secretaria de Estado da Agricultura (Seapa), Donalvam Moreira, também assumiu o compromisso de ajudar a resolver os apontamentos feitos sobre o Vapt Vupt de Jataí. “Representando o Governo estadual, gostaria de me comprometer, junto ao Lissauer, com essa questão”, reforçou.

Lissauer afirmou que fará todo o esforço possível para atender, também, às demais reivindicações. “Podem ter certeza que a cidade de Jataí sempre terá as portas do nosso gabinete abertas para emendas parlamentares e demandas necessárias. O que pudermos fazer para viabilizar melhorias e benefícios, vocês podem contar conosco”, disse o presidente, ao reafirmar às lideranças políticas o olhar municipalista da 19ª Legislatura da Alego.

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA