• redacao@gazetadoestado.com.br

Nacional

Esquema faz cobranças ilegais por sepultamentos em cemitérios de SP

Publicados

em


source
Lápides em um cemitério
Brais Seara Fernandez/EyeEm/Getty Images

Lápides em um cemitério

Um novo esquema de cobrança de propina dentro do Serviço Funerário de São Paulo  foi descoberto e envolve as chamadas clínicas de tanatopraxia, responsáveis por preparar os corpos antes do sepultamento . As informações são da Rádio Bandeirantes .

O procedimento consiste em postergar a decomposição do corpo por determinado tempo e, segundo o portal, deveria ser utilizado somente em casos excepcionais. No entanto, no esquema, que conta com a participação dos motoristas das funerárias , é apresentado às famílias como “obrigatório”.

De acordo com a apuração do portal, o motorista do Serviço Funerário aborda a família ainda no hospital e ele define o preço final que será cobrado “dependendo da cara do freguês”. Quanto maior o preço “do serviço”, melhor para os motoristas, uma vez que, pelo acordo ilegal feito com as clínicas, eles ficam com cerca de 50% do dinheiro arrecadado.

Duas clínicas que foram denunciadas pela Rádio Bandeirantes já estão sendo investigadas pela Prefeitura de São Paulo.

Outro esquema

Na semana passada, o jornal também denunciou outra ação ilegal de cobrança de propina, dessa vez comandada por sepultadores e pela administração do Cemitério da Vila Formosa, na Zona Leste.

Segundo as reportagem, as famílias eram abordadas durante os enterros e obrigadas a pagar até R$ 350 aos funcionários responsáveis pelos sepultamentos. Quatro funcionários do Serviço Funerários foram demitidos e um processo de apuração foi aberto dentro da Controladoria Geral do Município de São Paulo para apurar o caso

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA