• redacao@gazetadoestado.com.br

Distrito Federal

GDF vai ajudar atletas que ainda tentam vagas na competição

Publicado

em


De olho nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2020, previstos para acontecer em Tóquio entre julho e setembro de 2021, o GDF vai destinar R$ 1,5 milhão para financiar passagens de atletas que buscam garantir uma vaga nas competições. O Conselho de Administração do Fundo de Apoio ao Esporte determinou a descentralização do crédito orçamentário e financeiro para custear parte da viagem dos esportistas para participar das seletivas por meio do programa Compete Brasília da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL).

Sabemos que os próximos meses são decisivos para os atletas que estão na disputa por uma oportunidade de representar o nosso país nos Jogos Olímpicos, o sonho de todos os esportistasGiselle Ferreira Oliveira, secretária de Esportes

A Portaria Conjunta Nº 02 foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) em 17 de fevereiro. A ideia é priorizar a solicitação de competidores que estão participando de seletivas mundo afora com o propósito de garantir uma vaga no torneio. “Sabemos que os próximos meses são decisivos para os atletas que estão na disputa por uma oportunidade de representar o nosso país nos Jogos Olímpicos, o sonho de todos os esportistas. E estamos aqui para apoiá-los”, destaca a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira de Oliveira.

READ  Após quatro anos, sistema de rastreamento de remédios ainda não funciona

Compete Brasília

O programa Compete Brasília existe desde 2016 e tem o objetivo de incentivar a participação de atletas e paratletas de alto rendimento do DF das mais diversas modalidades em campeonatos nacionais e internacionais, por meio da concessão de transporte aéreo ou terrestre. As Olimpíadas de Tóquio 2020, no Japão, serão realizadas de 23 de julho a 8 de agosto de 2021. Em 24 de agosto começam os Jogos Paraolímpicos que vão até 5 de setembro.

Segundo o coordenador de Esportes e Inclusão da pasta, Gutemberg Gomes, este ano, a Secretaria de Esportes solicitou ao Fundo de Apoio ao Esporte a liberação de uma verba extra de R$ 1,1 milhão. “Todo ano a gente financia a passagem de cerca de 20 atletas e normalmente as competições acontecem no território nacional. Mas como é ano de Olimpíada, os torneios serão fora do Brasil”, explica. A liberação da verba extra ainda está em análise.

O atleta deve solicitar o apoio para o custeio das passagens no site da Secretaria com 40 dias de antecedência da data prevista para o início de competição nacional e 60 dias antes do início de competição internacional. Juntamente com os documentos individuais, que incluem o currículo esportivo, é preciso apresentar um documento da federação da modalidade comprovando a colocação do competidor no ranking da categoria. O GDF não dá dinheiro para o esportista, mas emite a passagem em nome dele.

READ  DF já vacinou mais de 77 mil pessoas de outros estados
Fonte: Governo DF

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA