• redacao@gazetadoestado.com.br

Educação

Matrículas para a EJA já podem ser feitas

Jovens e adultos interessados devem se inscrever pelo site da Secretaria de Educação ou pela Central 156

Publicados

em


Começaram nesta sexta-feira (25) as inscrições para novas matrículas na Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede pública do DF. Os interessados devem se inscrever na página da Secretaria de Educação (SES) ou pela Central 156, opção 2, das 7h às 21h. 

É possível fazer a inscrição para o primeiro e segundo segmentos, que correspondem aos anos iniciais e finais do ensino fundamental; no terceiro segmento, correspondente ao ensino médio, e ainda no ensino técnico. Todas as regionais de ensino ofertam o primeiro, o segundo e o terceiro segmentos, para promover o acolhimento das pessoas que se afastaram da escola na idade regular.

Maiores de 15 anos que deixaram de concluir o ensino fundamental, assim como maiores de 18 anos que não finalizaram o ensino médio e queiram concluir os estudos em 2020, terão a chance de se inscrever até 1º de novembro. Atualmente, 110 escolas trabalham a Educação de Jovens e Adultos no Distrito Federal. São oferecidas aulas no período matutino, vespertino e, em maior quantidade, no período noturno. de Educação de Jovens e 

READ  Desvendado mistério de cidade onde moradores caem no sono de repente

O atendimento é semestral. Ou seja, a cada seis meses, o estudante completa o equivalente a um ano de estudo no ensino regular. Além de ser uma formação em período mais curto, o estudante cursa apenas as matérias em que foi reprovado na última escola em que esteve.

Fora do período
Caso o interessado perca o período de inscrição para novas matrículas, pode fazer a matrícula diretamente nas escolas. Basta procurar a unidade escolar mais próxima da residência ou do trabalho que atenda EJA com os seguintes documentos em mãos: carteira de identidade, CPF e comprovante de residência. A matrícula pode ser feita em qualquer época do ano.

 

Agência Brasília

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA