Cidades

Prefeitura mantém força-tarefa para sinalizar Goiânia

Publicado

em


A Prefeitura de Goiânia avança no trabalho de sinalização horizontal e vertical da cidade. Com equipes da Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) concentradas nas Regiões: Sul, Norte, Leste, Oeste, Noroeste e Central, trabalhando todos os dias da semana, o trabalho chega a 22%, diante de 42% do recapeamento. De acordo com a última atualização, o recapeamento foi executado em 267 vias das 639 previstas. Foram 64.266,73 m² de sinalização implantada e 61.749,75 m² em execução, ou seja, 21%.

O secretário municipal de Mobilidade, Horácio Mello, explica que a pavimentação asfáltica começou oito meses antes da sinalização. “Temos consciência que parte das ruas recapeadas ainda não estão sinalizadas. Hoje nós estamos trabalhando para chegar próximo do recapeamento asfáltico Outras equipes serão contratadas e colocadas nas ruas para reforçar o trabalho”, afirma.

Horácio destaca que mais do que sinalizar, a Prefeitura trabalha em uma sinalização conceitual de proteção aos mais frágeis. “Nossa prioridade são faixas de pedestre não semaforizadas para que eles tenham prioridade, neste caso ele é a prioridade, diferente da faixa semaforizada onde quem dá o ordenamento é o semáforo”, explica. 

READ  Caiado anuncia congelamento do ICMS dos combustíveis

O secretário ressalta que o trabalho está sendo intensificado para que nos próximos meses ele esteja lado a lado do recapeamento. Em relação às ruas que não receberam as obras, a SMM irá reforçar a sinalização. “A obrigação da SMM é garantir a segurança viária, mas tudo dentro de um planejamento estratégico”.  

Em relação às motocicletas, a SMM está implantando motobox em todos os pontos com demanda. “Só não colocamos em pontos onde não tem canteiro central para não induzir o motociclista a ir pela contramão. Então é uma sinalização conceitual que no dia a dia dará ordenamento e proteção aos mais frágeis”, arremata. 

Josiane Coutinho, da editoria de Mobilidade

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA