• redacao@gazetadoestado.com.br

Geral

Quando estamos livres para saber qual emoção responder

Manter-se no eixo e não agir de forma reativa ao que acontece à nossa volta, nos dias de hoje, torna-se um desafio cada vez mais freqüente. A cada novo acontecimento, registramos padrões de comportamento reativo àquilo que não vem ao encontro das nossas expectativas. A grande maioria dos problemas recorrentes da atualidade é conseqüência da falta da compreensão da complexidade de nós mesmos e das nossas relações interpessoais. Desejamos fervorosamente algumas conquistas, enquanto nos distanciamos do que, realmente, configura nossa satisfação plena.

Publicados

em


Emoções! Como pode ser difícil liderar nossas emoções as dos outros então, uma tarefa impossível! Já ouviu uma frase popular que diz assim: ?as emoções a flor da pele?, vivemos assim, em constantes oscilações emocionais. O amor, a raiva, o desejo, tristeza, a alegria todos estavam estampados em nosso rosto o tempo todo. E como pode ser difícil mudar ou transformar quando acreditamos que é impossível. Mas quando alteramos o nosso cenário interior e passamos a buscar o novo e acreditar e outras possibilidade de repente, todas as portas se abrem, quem não se viu de uma hora para outra rompendo com um velho padrão e estabelecer algo totalmente inusitado na VIDA?
Matoso Oliveira e Josanne Gonzaga descreveram no livro ?A JORNADA? com riqueza de detalhes que a luta pelo crescimento emocional é a maior responsável pelo sucesso ou insucesso:
?Quem não está disposto a fazer sacrifícios voluntários no presente para construir a própria história com crescimento e transformação, fará sacrifícios obrigatórios no futuro pela pequena significância do que foi capaz de construir.?
Houve um tempo que era vantagem ter um QI (Coeficiente de Inteligência) elevado, crianças do mundo inteiro foram consideradas prodígios quando seu QI foi quantificado alto. Mas hoje em dia antes do QI mede-se o nível que QE (Coeficiente de Emoções) que é ter um nível de inteligência emocional elevado, é ter além do ?jogo de cintura? para driblar conflitos, a ?empatia? – a habilidade de colocar-se no papel das outras pessoas, para poder entendê-las, ajudá-las ou convencê-las.
A inteligência emocional requer tempo e paciência. Assim, se seu poder de agüentar pressões é alto, se a sua paciência suporta stress e se você põe a mão na massa. Parabéns! Seu sucesso na vida emocional, material e espiritual será mais fácil, em relação aos que têm um ?QI? acima da média, que não conseguem lidar com problemas, não suportam emergências com naturalidade, e chegam, às vezes, à perda do controle emocional, provocando desastres talvez até irremediáveis.
As nossas emoções são postas à prova constantemente e requer certa destreza psicológica, certa dose de criatividade e talento na tomada de atitudes e comportamentos, de forma a não nos prejudicarmos nem aos outros, e, conseguirmos ultrapassar, os resultados insatisfatórios obtidos.
Manter-se no eixo e não agir de forma reativa ao que acontece à nossa volta, nos dias de hoje, torna-se um desafio cada vez mais freqüente. A cada novo acontecimento, registramos padrões de comportamento reativo àquilo que não vem ao encontro das nossas expectativas. A grande maioria dos problemas recorrentes da atualidade é conseqüência da falta da compreensão da complexidade de nós mesmos e das nossas relações interpessoais. Desejamos fervorosamente algumas conquistas, enquanto nos distanciamos do que, realmente, configura nossa satisfação plena.
São pequenos desgastes diários por conflitos que se iniciam em nós mesmos e se estendem para as esferas familiares profissionais e sociais, os quais assumem um vulto desproporcional, comprometendo nosso equilíbrio.
É necessário identificar nosso eixo, o centro de equilíbrio que nos permite estar no controle da situação com foco no resultado que queremos conquistar. Pode não ser fácil mas se não nos dispusermos a buscar, jamais haverá conquista.

READ  Itamaraty vai pedir acesso a documentos da CIA sobre ditadura militar

Josanne Gonzaga, Poeta (06 Livros publicados, e participação em 03 Antologias), Coach e Administradora de Empresas. E-mail jogonzaga@bol.com.br. Watzap (62) 9 9439-2826

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA