Política

Tem belezas naturais goianas nas redes sociais da Alego. A publicação dessa semana é o Parque Estadual de Terra Ronca

Publicado

em

Nova campanha desenvolvida pela seção de Publicidade, Imagem e Identidade Corporativa da Assembleia destaca as belezas naturais do estado de Goiás. Publicação dessa semana mostra os encantos do Parque Estadual de Terra Ronca. A ideia é valorizar o que há de melhor nas cidades goianas.

Localizado na cidade de São Domingos, na região norte do estado, o Parque Estadual de Terra Ronca guarda paisagens surpreendentes para quem visita a unidade. O parque abriga um dos mais importantes conjuntos espeleológicos da América do Sul. Cavernas, grutas e uma riqueza ímpar em espécies da fauna e flora exclusivas do ambiente de cavernas, são alguns dos atrativos do local. 

Mas isso é apenas uma parte das belezas da unidade de conservação. Nos 57 mil hectares da unidade, espécies do Cerrado ameaçadas de extinção, cascatas, cachoeiras e rios de águas cristalinas, com grande potencial para o desenvolvimento do ecoturismo, completam o visual de tirar o fôlego dos visitantes.

A criação do parque foi consolidada para preservar a flora, a fauna, os mananciais e, em particular, as áreas de ocorrência de cavidades naturais subterrâneas e seu entorno. 

READ  Omar Aziz, Randolfe Rodrigues e Renan vão comandar CPI da Pandemia

O complexo cavernícola de Terra Ronca é a maior atração do local, aliando cavernas com alto nível técnico, que só são possíveis de serem exploradas por espeleólogos experientes e bem equipados e outras de fácil acesso, que podem ser visitadas por quaisquer turistas. 

Estima-se que mais de 300 cavernas existam na unidade. Entre as que são abertas ao turismo, duas se destacam. A primeira é a Angélica, com acesso por trilha, tem 17 km de extensão e cerca de dez salões com formações rochosas. A segunda gruta que merece uma visita é a Terra Ronca 1, que é cortada por um rio e tem entrada rente à estrada que atravessa o parque – seu interior chega a 90 metros de altura.

Mas se você pretende conhecer o Parque, é preciso seguir algumas regras de comportamento: 

– Cada integrante do grupo deverá possuir no mínimo uma lanterna portátil alimentada por baterias elétricas ou similares, e baterias reservas;
– O visitante deverá utilizar obrigatoriamente calçado fechado (anti-derrapante), capacete específico, e utilizar, preferencialmente, vestimenta adequada (calça, camiseta com manga, etc.) e demais itens que aumentem sua segurança;
– Todo grupo deverá ser acompanhado por pelo menos um condutor que seja credenciado pelo parque;
– O grupo deve permanecer sempre coeso, sem que haja dispersão de visitantes pela caverna;
– É vedada a entrada de pessoas alcoolizadas ou portando bebidas alcoólicas;
– Aos visitantes fica proibido o uso de iluminação baseada no acetileno (carbureteiras), ou outros sistemas de iluminação que emitam calor ou fuligem em demasia;
– O horário de visitação para as cavernas fica definido como sendo das 08h às 17h (horário normal), e das 08h às 18h (horário de verão);
– Fica proibida a entrada nas cavernas com animais domésticos.
Obs.: as normas específicas para cada caverna está no interior da portaria.

READ  Por iniciativa de Eduardo Prado, Alego realizou sessão solene, em homenagem ao Dia do Imigrante Japonês

Fique atento às regras de visitação e aproveite a aventura!

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA