Política

Todos pela educação

Publicado

em

Dia 6 de agosto é uma data dedicada aos profissionais da educação, desde 2014. O reconhecimento foi determinado por meio da Lei Federal nº 13.054/14, que reconheceu que todos os trabalhadores das escolas, professores e funcionários com formação técnica ou superior na área de pedagogia, são profissionais da educação no Brasil. A legislação visa destacar a atuação de todo conjunto de profissionais cuja função é transmitir conhecimentos e educar. 

A data representa atenção especial a estes profissionais, principais atores do processo educacional. É uma iniciativa para destacar a importância dos mesmos, e prestar o devido reconhecimento para estes que atuam na educação básica, uma etapa tão importante para a formação integral, cognitiva e cidadã dos educandos, pois auxilia na formação de uma base sólida para o futuro das demais profissões.

Além disso, a data reforça o reconhecimento e valorização destes profissionais dedicados a promover juntos um ensino de qualidade para os educandos, a fim de lhes proporcionar uma experiência produtiva. De maneira geral, os professores têm dia 15 de outubro data especialmente dedicada a eles. Entretanto, esses profissionais não atuam sozinhos, para que tudo funcione bem em uma instituição de ensino, e os alunos tenham condições de estarem em sala de aula, sentados e focados no aprendizado.

READ  Ex-ministro da Educação passará por audiência de custódia em SP

Para que todo o processo funcione, são necessárias dedicação e esforço de muitos outros profissionais. Unidos por um único propósito, desenvolvem o planejamento pedagógico, ações didáticas, cuidam dos documentos, notas, e tudo mais que envolve a rotina das escolas. Portanto, 6 de agosto visa valorizar a atuação daqueles que fazem parte do processo educacional no País.

Todos os colaboradores atuantes nas instituições de ensino são devidamente homenageados. O reconhecimento envolve desde professores, diretores, coordenadores, secretários, supervisores, monitores, auxiliares, entre outros responsáveis pela aprendizagem produtiva e que contribuem para a construção da sociedade.

O presidente da Comissão de Educação do Legislativo de Goiás, deputado Talles Barreto (UB), considera a importância da atuação desses profissionais. “Não temos dúvidas de que a educação é a base de tudo, reconhecemos a sua importância para a sociedade bem como dos professores e profissionais da área”, afirma. 

Para Barreto, “são eles, juntamente com os professores e o corpo pedagógico, o combustível para que as nossas escolas funcionem e cumpram o importante papel social que possuem”, reitera. O parlamentar ressalta, ainda, que “estes profissionais também possuem grande importância na formação de nossas crianças e jovens”.

READ  Educação realiza última superlive com orientações e tira dúvidas para esta edição do Enem

Valorização

Diante do reconhecimento à importância desses profissionais, tramita na Alego, proposta de campanha publicitária permanente nas escolas públicas do ensino fundamental e médio de Goiás de valorização e respeito ao trabalho do professor. O texto do processo nº 3059/19, voltado ao tema, está em segunda e última fase de votação. Caso seja aprovado em Plenário, segue para sanção do Executivo estadual. 

Na proposta do deputado Henrique César (PSC), o parlamentar assinala que, “com enorme frequência, os meios de comunicação registram casos de agressões aos professores”. Ao defender a importância da matéria, o parlamentar argumenta a necessidade da tomada de atitudes efetivas. “O docente precisa ser respeitado, seu trabalho valorizado e possa desenvolver suas aulas em paz”, reitera. 

Henrique César frisa ainda se tratar de uma medida de baixo custo, porque é uma campanha com ações simples, voltadas à fixação de cartazes nas unidades de ensino com mensagens voltadas a induzir o respeito dos alunos ao professor e às suas decisões, além de expor a valorização do trabalho docente.

Fonte: Assembleia Legislativa de GO

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA