Política

A cidade de Cocalzinho, que abriga o maior lago subterrâneo da América Latina, é o destaque da série “Isso é Goiás”

Publicado

em


Uma cidade bucólica e cheia de encantos naturais. Assim é Cocalzinho, município vizinho de Corumbá e Pirenópolis, mas que não fica devendo em nada a esses dois populares destinos turísticos, afinal, é em seus domínios que está localizado o maior lago subterrâneo da América Latina. Esse é o destino da vez da campanha semanal “Isso é Goiás”, publicada no Facebook, Twitter e Instagram da Assembleia Legislativa.

Cocalzinho é uma cidade jovem. E como todo jovem, tem uma beleza única e incomparável. Teve início a partir de um vilarejo, que se formou no entorno de uma fábrica de cimento, instalada em 1961, para atender às demandas geradas pela construção de Brasília. Na época, pertencia à zona rural de Corumbá de Goiás. 

Para quem gosta de tranquilidade, a cidadezinha, de pouco mais de 20 mil habitantes, que só foi emancipada na década de 1990, por si só já é um achado. Mas o melhor de Cocalzinho não está nas ruas da cidade. São nos arredores do aglomerado urbano que se encontram os lugares mais belos.

Para começar, Cocalzinho é cercado por vários rios, como o Corumbá, Areias, Oliveira Costa e Verde. Os mananciais guardam boa parte dos atrativos naturais, com suas inúmeras cachoeiras (destaque para a dos Caiapós, do Morrinho dos Pireneus e do Pedro Belo), com quedas d’água de diversos tamanhos, águas límpidas e piscinas naturais.

READ  América – MG segue com trabalhos matutinos e se prepara para jogo-treino

Outra riqueza da região são as montanhas, serras e grutas. É bom lembrar que o município abriga uma parte do Parque Estadual da Serra dos Pireneus, que é a maior serra das Bacias Amazônica e do Rio Paraná. O parque, que ultrapassa os limites de outros municípios da região, é uma área de uma beleza difícil de traduzir em palavras: são cerrados rupestres de altitude, formações rochosas e nascentes. Um lugar para se desfrutar das muitas opções de atividades ou somente para contemplar.

O Pico dos Pireneus é uma atração à parte. Com 1.385 metros de altitude, é o ponto mais alto da região. Imagine a vista que se tem de lá! E no cume ainda é possível fazer uma oração em uma pequena e charmosa capela dedicada a Santíssima Trindade.

Pensa que acabou? Ainda tem a mais famosa atração de Cocalzinho: a Caverna dos Ecos, uma das grutas de maior importância ambiental do País. Em seu interior, nada mais, nada menos, que o maior lago de caverna em rocha micaxisto e calcário conhecido na América Latina. 

READ  Prestação de contas

E para quem gosta de história, Cocalzinho de Goiás também é marcado por alguns detalhes interessantes do Brasil colonial, uma vez que integra os seguintes: a linha imaginária do Tratado de Tordesilhas (1494-1750 ); os caminhos do Anhanguera (século XVIII); o roteiro da Estrada Colonial no Planalto Central (a mais extensa estrada do Brasil colônia oficializada pelo rei de Portugal D. João V); e o roteiro da Comissão Cruls, chefiada pelo astrônomo Luiz Cruls (1892), que veio demarcar o quadrilátero da futura capital federal. A missão percorreu toda a região, fazendo diversos estudos científicos por ali. 

Em tempos mais recentes, o município foi considerado, ainda, o portal da região “Caminho do Ouro” (Brasília-DF/Cidade de Goiás-GO), dentro do Programa Nacional de Regionalização de Turismo desenvolvido pelo Ministério do Turismo.

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA