Cidades

Metodologia para monitorar OS’s em Educação é apresentada em Santa Catarina

Publicado

em

Não só a criação das Escolas do Futuro do Estado de Goiás (EFGs), liderada pelo governador Ronaldo Caiado para reestruturar o ensino técnico e profissionalizante, transformou a realidade de muitos jovens, como o desenvolvimento de uma metodologia que monitore a atuação das Organizações Sociais em Educação (OSE), responsáveis pela administração das EFGs, também tem chamado a atenção de outros Estados. Tanto que o caso de Goiás será apresentado durante o 2° Fórum Nacional de Excelência em Gestão de Contratos com Organizações Sociais (OS), promovido pelo Governo de Santa Catarina. O encontro será realizado na próxima segunda-feira (27), das 8h às 18h, na Assembleia Legislativa, em Florianópolis.  

O tema da palestra “Da implantação ao modelo atual das Organizações Sociais em Educação (OSE): case de sucesso da Educação Profissional Tecnológica” será aprofundado pela servidora da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), Leoni Dias da Silva. Além da área da educação, cultura e saúde também integram o escopo de experiências exitosas que serão discutidas durante o fórum. De acordo com os organizadores do evento, um dos objetivos da iniciativa é, justamente, promover a troca de avanços e aprimoramentos das parcerias do poder público com a iniciativa privada.     

READ  Vacinação para a Educação começa no próximo sábado

Público-alvo

O 2° Fórum Nacional de Excelência em Gestão de Contratos com Organizações Sociais (OS) é destinado aos membros de conselhos de serviços e políticas públicas; professores e acadêmicos interessados nessa temática; aos gestores públicos que trabalham com contratos de gestão; aos dirigentes e gestores de OSs; aos profissionais da área de controle interno, externo e social; e demais interessados no tema. 

Fonte: Sedi – Governo de Goiás

Fonte: Governo GO

Comentários do Facebook
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CIDADES

PLANTÃO POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

MAIS LIDAS DA SEMANA